O que é e como funciona o tráfego orgânico?

O que é e como funciona o tráfego orgânico?

Por Luiza Matos

especialista em Design

Publicado em 05 de Janeiro de 2022 às 19:19

Por um longo período de tempo, atrair a atenção das pessoas e conquistar clientes só era possível através de investimento financeiro em ações de marketing digital. Porém, através do desenvolvimento tecnológico, essa realidade mudou para melhor.

Mesmo sem investir em anúncios ou listas de e-mails, é possível conquistar visitas para um site, app ou outra plataforma digital. Todo esse movimento tem nome, tráfego orgânico, e, hoje em dia, se tornou indispensável para a manutenção de qualquer tipo de negócio online, uma vez que ao não precisar pagar anúncios a sua lucratividade aumenta consideravelmente.

Atualmente, grande parte das empresas que passam a investir em estratégias digitais para conquistar clientes, tem como foco construir uma base sólida de tráfego orgânico.

Ficou curioso com o motivo pelo qual tantas pessoas estão investindo neste tópico? Continue lendo esse artigo, nele vamos te explicar o que é e quais as principais vantagens do tráfego orgânico para a sua empresa. Confira!

O que é tráfego orgânico?

Tráfego orgânico são todas aquelas visitas que seu site, blog ou e-commerce recebe de maneira espontânea, sem o uso de anúncios pagos (anúncios patrocinados). Geralmente o tráfego orgânico tem como origem os mecanismos de busca já conhecidos, como Google e Bing.

Diferente do tráfego pago, o tráfego orgânico não envolve nenhum custo direto. Um artigo de blog, por exemplo, uma conhecida estratégia para conquistar acessos orgânicos, pode levar um tempo para ser produzido e até mesmo custar dinheiro, porém seus resultados serão muito mais duradouros do que um anúncio, que só funciona enquanto o mesmo estiver sendo pago, logo então por isso estamos vendo já a alguns anos um movimento muito intenso de pessoas gerando conteúdo, seja em blog, canal no youtube, tik tok, dentre outros, uma vez que quanto mais conteúdo se gera e se direciona para seu site, maior tende a ser a relevância de sua plataforma para os mecanismos de busca, como Google e Bing.

Tipos de tráfego

Se você já está familiarizado com plataformas como o Google Analytics ou com tópicos sobre marketing digital e gestão de tráfego, você deve saber que existe mais de um tipo de tráfego.

Resumidamente, podemos dividir os tipos de tráfego em duas categorias: pago e orgânico. Porém, existem algumas outras terminologias que nos ajudam a entender melhor como cada uma delas funciona. Sendo elas:

  • Tráfego pago: Atrai visitantes através de anúncios pagos no Google ou em outros sites e plataformas em que seu público alvo possa estar presente;

  • Tráfego direto: Acontece quando uma pessoa acessa um site de forma direta, sem o intermédio de outro site. Essa modalidade ainda é um dos tipos de tráfego orgânico, pois não exige nenhuma fonte paga;

  • Tráfego social: São os acessos originados das redes sociais, como no caso dos links compartilhados através desses canais, que direcionam o usuário até a página de destino do site;

  • Tráfego de referência: Quando o usuário acessa o site através de alguma outra página que não seja um mecanismo de busca, como o Google. Isso acontece com os backlinks em artigos de blog, por exemplo.

Vale a pena investir em tráfego orgânico?

Assim como comentamos no início do artigo, muitas empresas estão interessadas em investir em tráfego orgânico. E não é à toa, essa é uma área que promete trazer muitos frutos para todos os tipos de negócio.

Confira alguns dos benefícios do tráfego orgânico:

1. Custo benefício

Se comparado aos anúncios do tráfego pago, as estratégias do tráfego orgânico representam uma redução considerável nos custos de investimento. Consequentemente, a margem de lucro passa a ser maior.

Porém, assim como comentamos em nosso artigo explicativo sobre como funciona o tráfego pago, o tráfego orgânico não gera resultados da noite para o dia, existe um prazo para que sua marca conquiste credibilidade e comece a trazer movimento para o site.

2. Escalabilidade

Uma das grandes desvantagens dos anúncios é a impossibilidade de escalonar o tráfego. Isso porque a partir do momento que você deixa de investir neles, seu tráfego deixa de existir.

No caso do tráfego orgânico, esse tipo de situação desagradável não acontece. Com essas estratégias, quanto maior o número de visitas no seu site, menor será o seu investimento.

3. Relevância

Quando uma pessoa paga para que um anúncio seja publicado pelo Google, a plataforma deixa claro para os usuários em geral que aquele se trata de uma estratégia paga. Esse fator pode fazer com que alguns potenciais clientes se sintam intimidados, pensando que a página em questão está tentando vender algo para eles, logo então existe um movimento já de muitos anos em que o Google busca fazer com que os anúncios (links patrocinados) se pareçam bastante com os resultados orgânicos, assim fazendo com que existam mais cliques nos anúncios.

As estratégias orgânicas, por outro lado, não sofrem com esse tipo de problema, pois trazem maior credibilidade desde o início.

4. Duração

Assim como citamos anteriormente, os resultados do tráfego pago só existem enquanto dinheiro está sendo investido em suas estratégias. A duração das estratégias orgânicas não possuem prazo de validade.

Um artigo dentro do blog pode, individualmente, ser responsável por diversas visitas por um longo período de tempo, enquanto o assunto daquele texto se mantém relevante. Uma conquista que dificilmente será alcançada pelas campanhas pagas, que para alcançar objetivos parecidos, precisariam rodar continuamente.

5. Relacionamento

Considerando todos os itens anteriores, é possível entender que o tráfego orgânico é um ótimo aliado para construir um relacionamento próximo com os clientes. Diferente do tráfego pago, que é recomendado para quem deseja conquistar vendas imediatas, o tráfego orgânico é uma ótima ferramenta para acompanhar o usuário ao longo de toda a jornada de compra.

Principais estratégias de tráfego orgânico

Se no decorrer desse artigo você se interessou por investir em tráfego orgânico, chegou a hora de conhecer suas principais estratégias e escolher qual melhor se adequa às necessidades da sua empresa.

Porém, vale ressaltar que você pode optar por uma combinação das seguintes estratégias, para atingir resultados ainda mais expressivos.

1. Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo, além de um dos principais pilares do marketing digital, também é um grande aliado do tráfego orgânico, uma vez que dificilmente se constrói uma estratégia orgânica sem produzir conteúdo que explore as necessidades da persona.

Dessa forma, se seu objetivo é atrair usuários qualificados para suas páginas, busque aprender como funciona o marketing de conteúdo e como colocá-lo em prática de forma eficiente.

2. SEO

SEO (Seach Engine Optimization) é a técnica de otimização para mecanismos de busca, que torna uma página propícia para ser encontrada pelo Google, Bing e outros buscadores. Essa é uma estratégia importante, pois um site bem colocado dentro do Google é sinônimo de site com alto volume de tráfego.

O SEO, assim como o marketing de conteúdo, leva tempo, dedicação e estudo para começar a gerar frutos. Porém, os resultados, na maior parte das vezes, são bastante satisfatórios.

3. E-mail marketing

O e-mail é uma ótima opção para cultivar o interesse do seu público alvo através de conteúdo atualizado e relevante, além de, aos poucos, construir o relacionamento que um dia irá resultar na conversão de leads e clientes.

Por meio das listas de e-mails, é possível direcionar tráfego para seu conteúdo de uma forma ainda mais eficiente do que através das promoções nas redes.

Quer aprender mais sobre Google Ads, tráfego pago e tráfego orgânico ou ficou com alguma dúvida? Nós podemos te ajudar!

Siga o Instagram da Mazukim

Curta nossa página no Facebook

Conecte-se com nosso Linkedin

Siga o Tiktok da Mazukim

Inscreva-se no nosso canal do Youtube

Consuma Mais Conteúdo de Marketing Digital


Minha Loja Virtual Não Vende. O Quê Devo Fazer?

Coronavírus: Como o Coronavírus pode Influenciar o Marketing do Meu Negócio?

Correspondência de Palavra Chave no Google: Entenda Como Funciona e Sua Importância!

Quer ter o mesmo resultado que o nosso blog?
Comece a criar conteúdo com a Mazukim Agora!

Quero Fazer uma Avaliação!